Filipe Santos


Nota biográfica

Filipe Santos é doutorado em Sociologia e é atualmente cocordenador e investigador do Núcleo de Estudos de Ciência, Economia e Sociedade (NECES). Os seus interesses de pesquisa focam as intersecções entre a justiça criminal e a ciência forense, privilegiando abordagens teóricas dos estudos da ciência, tecnologia e sociedade. As suas publicações mais recentes incluem os livros "Do Meia Culpa a Madeleine McCann. Casos mediáticos e genética forense em Portugal" (2021) e "Da cena de crime ao tribunal. Trajetórias e culturas forenses" (2020), e o artigo "The social life of forensic evidence and the epistemic sub-cultures in an inquisitorial justice system: Analysis of Saltão case" (2019). O seu projeto atual (CLINIC) incide sobre o cumprimentos de medidas de segurança por indivíduos considerados inimputáveis.


Últimas Publicações

Capítulo em Livro

Santos, Filipe (2021), Estandardização e cooperação no sistema Prüm como objetos de fronteira, in Helena Machado (org.), Crime e tecnologia: Desafios culturais e políticos para a Europa". Porto: Afrontamento, 125-149

Livro

Santos, Filipe (2021), Do Meia Culpa a Madeleine McCann: casos mediáticos e genética forense em Portugal. Coimbra: Almedina

Ler mais

Capítulo em Livro

Santos, Filipe (2020), Contributo do ADN na investigação criminal: Análise de casos mediáticos da justiça portuguesa, in Susana Costa; Filipe Santos; Carlos Ademar (org.), Da cena de crime ao tribunal. Trajetórias e culturas forenses. Lisboa: Pactor, 155-173