Observatórios

Observatório sobre Crises e Alternativas (CRISALT) acompanha o desenvolvimento da(s) crise(s), nas suas várias dimensões e manifestações, em Portugal, tornando mais precisos, a sua caracterização e o seu diagnóstico. O Observatório procurará contribuir para a identificação de respostas e para o alargamento do leque de alternativas em consideração no debate público.

 

Observatório Permanente da Justiça (OPJ) analisa e dá a conhecer o sistema judicial nas suas várias vertentes funcionais, efetuar estudos de suporte ao desenvolvimento das políticas públicas para o setor da justiça e propostas de reforma e proceder à avaliação e monitorização das reformas introduzidas.

 

Observatório do Risco (OSIRIS) constitui uma entidade proactiva na identificação dos contextos sociais e económicos em que se estabelecem os domínios de admissibilidade ao risco, interessada na análise da eficiência das estratégias públicas e privadas de mitigação, e atenta ao aparecimento e consolidação de novos atores e grupos.

 

O Observatório das Políticas de Educação e Formação (OPEDU)  desenvolve atividades de investigação científica no domínio das políticas educativas, designadamente, a realização de projetos de pesquisa, desenvolvimento de redes de investigação e de divulgação, organização de eventos, concretização de parcerias, prossecução de atividades de extensão e de consultoria e mobilização de atores institucionais.

 

Centro de Trauma (CT) pretende promover e difundir o conhecimento sobre a prevenção e a intervenção no trauma psicológico em situações de crise, desastre ou catástrofe, bem como colaborar com instituições envolvidas nestes cenários, propondo-se como fórum de debate e de partilha dos diferentes saberes no âmbito do Trauma.