CROME <br>Memórias cruzadas, políticas do silêncio: as guerras coloniais e de libertação em tempos pós-coloniais<span id="edit_16404"><script>$(function() { $('#edit_16404').load( "/myces/user/editobj.php?tipo=projeto&id=16404" ); });</script></span>

CROME
Memórias cruzadas, políticas do silêncio: as guerras coloniais e de libertação em tempos pós-coloniais

Período
1 de fevereiro de 2017 a 31 de janeiro de 2022
Duração
60 meses
Financiamento
European Research Council
Resumo

O projeto CROME – Memórias cruzadas, políticas do silêncio: as guerras coloniais e de libertação em tempos pós-coloniais tem como objetivo primordial fazer uma história da memória das guerras coloniais e das lutas de libertação. Assume uma perspetiva comparativa, baseada em trabalho de investigação a desenvolver em Portugal, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. CROME opta assim por uma visão que analisa a produção de memórias de guerra na antiga potência colonial, nos territórios onde esta se desenrolou e nos outros onde, não tendo existido luta armada, o idioma anticolonial adquiriu centralidade.
O projeto toma a guerra como evento mnemónico fundamental para, a partir dela, examinar os passados (anti)coloniais de um ponto de vista diacrónico e cruzado. Ao fazê-lo, CROME pretende questionar os legados da guerra, do colonialismo e do anticolonialismo na definição dos processos de construção nacional e no modo como, em diferentes tempos, lugares e contextos, se foi mobilizando a memória e organizando o esquecimento.
O projeto divide-se em dois eixos de análise: o primeiro analisa o papel dos Estados na mobilização, articulação e reconhecimento do passado; o segundo destaca as dinâmicas entre memórias sociais e individuais. A interseção de ambos os eixos permitirá problematizar o papel histórico que os Estados, as sociedades e os indivíduos desempenharam na produção de "memórias fortes" e "memórias fracas", bem como identificar os mecanismos de historicização dessa memória ao longo dos últimos quarenta anos.

Resultados

Baseado numa combinação de diferentes tipos de fontes (escritas, orais e visuais), CROME dará uma contribuição inovadora para as discussões epistemológicas e metodológicas referentes às memórias das guerras e das lutas anticoloniais e aos correlativos processos de inscrição pública e de silenciamento social. Estão planeados seminários, cursos de formação avançada e conferências ao longo dos cinco anos em que decorrerá o projeto. Os resultados serão apresentados através da publicação de artigos, capítulos de livros e de um livro final com as conclusões. Está ainda previsto um documentário, cuja projeção visa ampliar o debate e a difusão dos resultados a um público não-académico.

Palavras-Chave
estudos da memória, memórias de guerra, história oral, história colonial, estudos pós-coloniais