Indistinto
Inserção laboral de imigrantes e portugueses de origem estrangeira: uma aproximação às práticas de discriminação no mercado de trabalho

Período
1 de junho de 2014 a 30 de junho de 2015
Duração
13 meses
Financiamento
Alto Comissariado para as Migrações
Resumo

O presente projeto procura obter uma primeira aproximação empírica à existência e extensão de práticas de discriminação no mercado de trabalho face a grupos sociais específicos como são os imigrantes e os portugueses de origem estrangeira.
Através de uma análise e avaliação ao recrutamento de indivíduos portadores de formações académicas e profissionais semelhantes de nacionalidade ou a origem estrangeira, bem como da observação de práticas de tratamento desigual de candidatos que somente se diferenciam relativamente às suas origens nacionais, procuramos adquirir informações factuais sobre a desigualdade de acesso ao mercado de trabalho por parte de determinados grupos de cidadãos presentes no território nacional. Em simultâneo procura-se conhecer e categorizar fatores determinantes da experiência de integração de trabalhadores/as imigrantes e de portugueses de origem estrangeira nas empresas e organizações do setor publico e privado (lucrativo e não lucrativo). Igualmente o projeto buscará identificar e categorizar os obstáculos (macro, meso e micro) à integração socioprofissional de imigrantes e de portugueses de origem estrangeira, a partir da experiência dos atores organizacionais e individuais e das suas práticas concretas. 

Resultados

Relatório final que compilará os diferentes tipos de dados recolhidos durante as fases do projeto, e integrará igualmente os resultados dos debates que ocorrerem durante o decurso do mesmo.

Elaboração de Manual de Empresa/Organização acolhedora, que sistematize fatores facilitadores da integração e socialização organizacional de trabalhadores/as imigrantes; apresente boas práticas e recursos para empresas e trabalhadores/as.
 

Parceiros

CESNOVA - Centro de Estudos de Sociologia da Universidade Nova de Lisboa

Investigadoras/es