A importância de ser digital. Explorar as práticas académicas digitais e os métodos digitais

Período
1 de abril de 2014 a 31 de julho de 2015
Duração
16 meses
Financiamento
Fundação para a Ciência e Tecnologia
Resumo

A necessidade de ser digital, ou seja, de estabelecer uma identidade digital e participar na disseminação da investigação e iniciar debates científicos na Internet, é, hoje em dia, uma espécie de mantra para os académicos. O projeto centra-se na transformação que "ser digital" implica para as práticas de investigação e de produção de conhecimentos em geral. Por um lado, o projeto tem por objetivo compreender o modo como as tecnologias digitais estão a mudar a profissão académica. Para tal, iremos investigar a transformação das práticas de investigação e das perceções dos investigadores associadas à utilização dos suportes digitais no seu trabalho. Por outro lado, o projeto pretende explorar a contribuição dos métodos digitais para a análise da escala e trajetória de tais mudanças.

Investigadoras/es
Andrea Gaspar
Chiara Carrozza (coord)
David Mota
Maria Manuel Borges
Tiago Santos Pereira
Palavras-Chave
práticas académicas, métodos digitais, impacto da investigação, políticas de investigação