Prémio

Prémio Controtempo atribuído a Mara Pieri

Julho 2020

A fundação italiana CODICI - Ricerca e intervento acaba de atribuir a Mara Pieri, estudante no programa de doutoramento Human Rights in Contemporary Societies, o prémio Controtempo.

O prémio concedido fica a dever-se à investigação «Chroniqueers. Tempo, visibilidade e cuidado», onde Mara Pieri, orientada por Bruno Sena Martins e Elia AG Arfini, pretende analisar histórias de vida de um segmento pouco conhecido da população: jovens adultos residentes em Itália e em Portugal que se identificam como LGBTQ+ (lésbicas, gays, bissexuais, transgénero, quere outras orientações) e que têm doença(s) crónica(s), procurando compreender de que forma a sua vida se cruza com a doença crónica no quotidiano, na visibilidade e na criação de redes de cuidado.

Foram igualmente ouvidas associações de doentes crónicos, associações LGBTQ+ e especialistas nas duas áreas, sobre a temática. A proposta de divulgação prevê, entre outros, a criação de uma série de podcasts sobre os resultados da investigação, bem como um guia para profissionais de saúde.

Trata-se do reconhecimento do trabalho de investigadores/as em início de carreira, por parte desta fundação italiana, o que permite aos/às vencedores/as aceder a um fundo que possibilitará divulgar os resultados da investigação revelada em tese de doutoramento, junto de um público amplo.

[Outras informações sobre o projeto de tese]