SANTACRUZ <br>Reconstituição digital em 3D do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra em 1834

SANTACRUZ
Reconstituição digital em 3D do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra em 1834

Período
1 de julho de 2018 a 30 de junho de 2021
Duração
36 meses
Resumo

O projeto de investigação procurará estudar o Mosteiro de Santa Cruz, uma das principais casas religiosas portuguesas, e a sua situação em 1834, ano em que foram extintas as ordens religiosas e o seu património foi integrado no Estado, vendido ou enviado para museus. Como consequência, partes importantes do antigo mosteiro foram destruídas nas décadas seguintes. O edifício da Câmara Municipal, hoje lado-a-lado com a igreja monástica, foi construído em 1877 sobre o claustro renascentista de entrada. Outros elementos se perderam, casos da biblioteca e do dormitório renascentistas e da imponente torre sineira, derrubada em 1935. Nem a maioria dos conimbricenses, nem os turistas, têm hoje noção da magnificência passada do mosteiro, localizado no coração da Baixa de Coimbra. Santa Cruz foi também central na evolução urbana da cidade, presidindo à magnífica Rua de Santa Sofia (a rua renascentista dos colégios, com 440 metros de comprimento e 13 metros de largura). No início do século XX, foi sobre o antigo vale de Santa Cruz que se abriu a principal artéria viária de Coimbra, a Avenida Sá da Bandeira, verdadeiro boulevard que ligou a Baixa à nova cidade alta.
O Projeto SANTACRUZ, sedeado no CES-UC, terá como objetivos recolher informação documental e iconográfica sobre a história arquitetónica do mosteiro de modo a criar novos conteúdos e produtos culturais, tais com as reconstituições 3D do mosteiro, que servirão como ponto de partida para a instalação de um centro interpretativo e museológico na área atual do antigo cenóbio. Estes elementos terão o potencial para despoletar o debate público sobre o futuro desta área relativamente degradada da cidade, absolutamente central para o desenvolvimento de Coimbra. Deste modo, SANTACRUZ está organizado de acordo com três dimensões principais: A) 'SANTA CRUZ ONTEM', dedicada à investigação histórica; B) 'SANTA CRUZ 3D DIGITAL', dedicada à elaboração das reconstituições do mosteiro em 1834 e da disposição original do conjunto escultórico da Última Ceia (que pertenceu ao refeitório monástico); C) 'SANTA CRUZ AMANHÃ', dedicada à elaboração de um estudo arquitetónico de cenário múltiplo, no âmbito do Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra, que explorará opções estratégicas para a inserção do centro interpretativo e núcleo museológico na área atual do antigo mosteiro.
Estas três dimensões estarão subdivididas em quatro atividades principais, às quais se juntará uma outra atividade, transversal, dedicada à disseminação das atividades e dos resultados do projeto. Esta atividade (nº 2) incluirá a elaboração do Website do projeto e a organização de um Congresso Internacional sobre reconstituições digitais em 3D de património arquitetónico desaparecido.
A equipa de investigação é altamente multidisciplinar e qualificada, incluindo arquitetos, historiadores de arte, especialistas em história da fotografia,  especialistas em modelação 3D computorizada e ainda um engenheiro informático.

Investigadoras/es
Alexandre Ramires
Fernando Couto
Francisco Henriques
João Mendes Ribeiro
Licínio Gomes Roque
Maria de Lurdes dos Anjos Craveiro
Mauro Costa Couceiro
Rui Lobo (coord)
Vitor Murtinho
Palavras-Chave
reconstituição histórica 3d, mosteiro de santa cruz, pólo turístico e cultural, renascimento em coimbra