Ana Drago


Nota biográfica

Ana Drago faz investigação no Observatório sobre Crises e Alternativas do CES. Licenciou-se em Sociologia em 2001 pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, com a monografia final "Agitar antes de ousar: o movimento estudantil anti-propinas", entretanto publicado em livro. Em 2020, doutorou-se em Estudos Urbanos pelo ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa/FCSH - Universidade Nova de Lisboa, com a dissertação "Um país a tornar-se urbano e democrático: a questão urbana na primeira década da democracia portuguesa". Nesse trabalho procurou discutir a forma como o regime democrático e os diferentes actores politizaram e/ou despolitizaram a desigualdade e o desordenamento urbano que marcavam o processo de metropolização em torno de Lisboa, no período entre a revolução de Abril e adesão de Portugal à CEE em 1986. Tem publicado trabalhos em colectâneas portuguesas e revistas internacionais sobre a relação entre politização e processo urbano, políticas de habitação e efeitos da financeirização da cidade em Portugal após a grande crise financeira de 2008. Foi deputada à Assembleia da República entre 2002 e 2013, e é actualmente membro do Plenário do Conselho Económico e Social.


Últimas Publicações

Capítulo em Livro

Drago, Ana (2020), Depois da financeirização da cidade: a crise urbana na AML e os meios de a esconjurar, in José Reis (org.), Como reorganizar um país vulnerável?. Lisboa: Conjuntura Actual Editora, 377-417

Artigo em Revista Científica

Drago, Ana (2020), "Afterword: They say the Centre cannot hold: Austerity, crisis, and the rise of anti-politics", Environment and Planning C: Politics and Space, 239965442098138

Ler mais

Capítulo em Livro

Drago, Ana (2020), Habitação - Às velhas carências somaram-se novas dificuldades, in Ricardo Paes Mamede; Pedro Adão e Silva (org.), O Estado da Nação 2020: Valorizar as Políticas Públicas. Lisboa: IPPS-ISCTE, 100-102

Ler mais