Redes

Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa (AILPcsh)

A AILPcsh surgiu na sequência de onze Congressos Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais cuja primeira edição remonta a 1990. As principais atividades da associação são a organização do seu Congresso, em regime de itinerância entre os países de língua oficial portuguesa e a criação de plataformas de incentivo e promoção de redes de pesquisa e publicações. A AILPcsh pretende afirmar-se como um canal de política científica fundamental na promoção de um espaço de cooperação entre os cientistas sociais de Língua Portuguesa.


Associação Portuguesa de Economia Política

A Associação Portuguesa de Economia Política é uma associação científica sem fins lucrativos, de carácter pluridisciplinar e transdisciplinar, que visa promover o ensino, a investigação, a divulgação e o debate público sobre Economia Política em Portugal.


Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO)

Fundada em 1967, a CLACSO é uma instituição não-governamental que associa 195 centros de investigação, assim como programas de licenciatura e de pós-graduação na área das ciências sociais de 22 países.


Council for the Development of Social Science Research in Africa (CODESRIA)

Foi fundada em 1973 como uma organização pan-africana para a investigação independente, essencialmente orientada para as ciências sociais. É reconhecida, não só como uma organização pioneira em ciências sociais, no contexto africano, mas também como centro de produção de conhecimento social.


Culturelink - the Network of Networks for Research and Cooperation in Cultural Development

A rede foi fundada pela UNESCO e pelo Conselho da Europa em 1989 em Paris, na Consulta dos Representantes de Redes Regionais e. Sub-regionais para Pesquisa em Desenvolvimento Cultural e Cooperação. A rede é maioritariamente uma plataforma dedicada à investigação nas áreas do desenvolvimento cultural, das políticas culturais e da cooperação cultural internacional.


EU-Russia Collaborative Research Network

A rede foi fundada em 2006, com o objetivo de incentivar uma cooperação mais estrita e a troca de impressões entre o crescente número de especialistas da UE que trabalham o tema da Rússia e dos Estados pós-soviéticos abrangidos pela Política Europeia de Vizinhança, e entre colegas da área dos Estudos Eslavos com interesse na UE.


European Expert Network on Culture (EENC)

O EENC contribui para o desenvolvimento de políticas de cultura na Europa, prestando apoio e aconselhamento à Comissão Europeia no desenvolvimento de políticas culturais, através de uma análise das políticas culturais e das suas implicações a nível nacional, regional e europeu. Em vez de realizar pesquisas primárias, o EENC oferece assessoria especializada aos responsáveis políticos através da sintetização de pesquisas atuais e questões relevantes de forma útil para o desenvolvimento de políticas. Entre as tarefas confiadas ao EENC está o lançamento e gestão de um site, concebido para fornecer informações abrangentes, quer sobre as atividades da EENC, quer sobre outros desenvolvimentos relevantes para os campos em que a rede opera.


European International Studies Association (EISA)

A European International Studies Association (EISA) é uma nova associação ao serviço das Relações Internacionais na Europa e fora dela. A rede EISA visa reunir académicos e outros profissionais que trabalhem na área e nas subáreas dos Estudos Internacionais na Europa e além. A EISA constitui-se como um fórum intensificador de investigação sobre os estudos Internacionais, estimulando a mobilidade, a partilha e a disseminação do conhecimento no espaço europeu e não só.


EUROZINE

It is an independent network and a gateway to European cultural journals, founded by a group of journals, among which is Revista Crítica de Ciências Sociais. The network now includes over 50 journals and institutions from almost every European country. The editor of Revista Crítica is a member of Eurozine’s Editorial Board.


Governance and Citizenship in the digital Age - UNESCO Network Project (UNITWIN)

A Rede "Governance and Digital Citizenship" representa um alargamento e reforço da formação pela pesquisa aplicada, assim como a terceira missão, nomeadamente serviços à comunidade nas temáticas da transformação da governança, práticas e padrões relacionadas com a ação pública e a interação publico-privada com o foco empírico nas áreas da justiça pública e políticas de segurança. Foca-se na cultura "big data", que inclui como prisma os componentes do conhecimento da excelência matemática lógica e gerencial, tal como os aspetos legais da proteção de dados e os aspetos económicos da transformação. Práticas radicais que padrões de cidadania de interação entre atores e regras vêem entre empresas e instituições. O acordo de trabalho entre as duas instituições, que está na fase de definição, abre o horizonte à cooperação científica e institucional entre as equipas universitárias e os dois campus segundo um formato modular (com passos e eixos cruzados) que afectam as estratégias de angariação de fundos, formação e investigação capazes de ir ao encontro das necessidade profissionais e de funcionamento das empresas, das instituições e dos cidaçãos de um modo geral. A proposta da rede basea-se nas atividades do coordenador do presidente da OCDE e nas atividades iniciadas sob o programa "Promoting the Culture of Lawfulness through Education" (programa GCED e a iniciativa UNODC Educação para a Justiça (E4J). A Rede está envolvida na investigação, produção, partilha e disseminação de conhecimento, tendo impacto em: 1. Governance e transformação da ação pública face à digital 2. Profissionalismo e capacidade de governação de processos complexos na era digital 3. A integridade e a cultura da legalidade na sociedade e na economia Estas atividades têm lugar em 4 eixos: - Formação em Mestrado e Doutoramento - Formação Profissional - Investigação aplicada à interdisciplinaridade (gestão de dados nas ciências sociais) - Serviços comunitários e debate público.


Initiative for Peacebuilding (IfP)

A rede IfP é um consórcio fundado pela Comissão Europeia, composto por 10 organizações da sociedade civil. Tem representações oficiais em toda a União Europeia, e em países em conflito. O seu objetivo é o de desenvolver e fortalecer o conhecimento internacional na área da prevenção dos conflitos e de 'peacebuilding', de forma a garantir que as instituições têm acesso a análises que possibilitem tomadas de decisão informadas e com base em dados empíricos.


International Action Network on Small Arms (IANSA)

A IANSA é uma rede global de organizações da sociedade civil que trabalham para prevenir a proliferação e uso indevido de armas ligeiras (SALW). A rede conta com cerca de 700 membros e com a participação do CES através do seu núcleo NHUMEP.


Linguistic Ethnography Forum

A rede LEF reúne investigadores que realizam etnografia linguística no Reino Unido e em outros locais. Visa estudar um conjunto de trabalhos realizados no passado e trabalhos em curso, de forma a identificar questões-chave, e estabelecer debates metodológica e teoricamente sintonizados.


METROPOLIS Portugal

A METROPOLIS Portugal é uma rede fundada pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento. No âmbito nacional, inclui o CES, a SociNova (Universidade Nova de Lisboa), e o Centro de Estudos Geográficos da Universidade Clássica de Lisboa. Esta rede faz parte integrante da Metropolis Internacional, uma rede mundial de unidades de investigação, intervenientes e organizações políticas relacionadas com as migrações.


Observatorio Iberoamericano sobre Movilidad Humana, Migraciones y Desarrollo (OBIMID)

A OBIMID é uma rede que reúne instituições de ensino superior e de investigação que desenvolvem trabalho sobre políticas públicas e direitos humanos, mobilidade humana, migrações e desenvolvimento, com particular destaque para o espaço ibero-americano. A Rede tem como objetivo principal a produção e divulgação de conhecimento sobre estas temáticas, para uma melhor compreensão dos fenómenos migratórios contemporâneos.


Portuguese Security Studies Network (PT - SSN)

A rede tem como objetivo o desenvolvimento do espírito de comunidade entre os investigadores na área das Relações Internacionais; a promoção da cooperação entre investigadores das diferentes instituições, áreas e escolas de pensamento; a projeção internacional da investigação realizada em Portugal; e a recolha e organização da informação sobre a investigação realizada em Portugal.


Rede Rural Nacional (RRN)

A Rede Rural Nacional (RRN) é uma estrutura de ligação entre agentes com papel ativo no desenvolvimento rural, que pretendam partilhar as suas experiências e conhecimentos, melhorar o desempenho e obter melhores resultados. À RRN podem aderir agentes do desenvolvimento rural localizados em qualquer zona do país. A RRN atua como uma plataforma de divulgação e partilha de informação, de experiência e de conhecimento, pressupõe uma atuação que desenvolva a partilha e a cooperação em torno das ações a concretizar com o objetivo de melhorar a aplicação dos programas e medidas de política de desenvolvimento rural e a qualificação da intervenção dos agentes implicados no desenvolvimento rural.


Sexual Violence in Armed Conflict (SVAC)

Fundada em 2010, a rede SVAC aborda questões em torno da violência sexual em conflitos armados. Numa série de reuniões e oficinas, académicos interdisciplinares e peritos de ONGs comparam casos de estudo de diferentes zonas de guerra e de conflito, incluindo abordagens teóricas multifacetadas. O grupo promove ainda o desenvolvimento sistemático de questões e metodologias de investigação.