Ana Guardião


Nota biográfica

Ana Guardião é investigadora em pós-doutoramento no CES dentro do projecto ECHOES - European Colonial Heritage Modalities in Entangled Cities e investigadora no projecto The worlds of (under)development: processes and legacies of the Portuguese colonial empire in a comparative perspective (1945-1975). Doutorou-se pelo Instituto de Ciências Sociais - Universidade de Lisboa no âmbito do Programa Inter-Universitário de Doutoramento em História (PIUDHist), com a tese "Desafios coloniais na construção do sistema internacional de direitos humanos: os processos de descolonização no Quénia, Argélia e Angola (1950-1975)". Em 2019, foi investigadora na V edição da Global Humanitarianism Research Academy. Licenciou-se em Ciência Política e Relações Internacionais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa e é mestre em Ciência Política pela mesma instituição. Os seus principais interesses de investigação são as interseções entre imperialismo e internacionalismo no século XX, com particular enfoque para aquelas que lidam com os problemas entrelaçados das movimentações populacionais e grupos vulneráveis, as práticas e repertórios humanitários e de direitos humanos.


Últimas Publicações

Capítulo em Livro

Guardião, Ana (2020), Os desafios do colonial: primeiras abordagens do CICV e do ACNUR ao problema dos refugiados nas guerras de independência do Quénia, Argélia e Angola, in Dores, Hugo Gonçalves; Guardião, Ana Filipa; Jerónimo, Miguel Bandeira; Monteiro, José Pedro (org.), Os Impérios do Internacional- Perspectivas, Genealogias e Processos. Coimbra: Almedina, 189

Ler mais

Livro

Bandeira Jerónimo, Miguel; Monteiro, José Pedro; Ana, Guardião; Hugo, Dores (orgs.) (2020), Os impérios do internacional: Perspectivas, genealogias e processos. Lisboa: Almedina

Ler mais

Capítulo em Livro

Guardião, Ana (2015), Cidade de Convergências: São Paulo no centro do intercâmbio do exilado português, in Cristina Montalvão Sarmento e Lúcia Paschoal Guimarães (org.), Culturas Cruzadas em Português (Portugal-Brasil, séc. XIX-XX) III. Lisboa e Rio de Janeiro: Almedina