Maurício Hashizume


Nota biográfica

Pesquisador e docente convidado na Universidade Federal do Tocantins (UFT). Atuou como investigador do Projeto ALICE - Espelhos Estranhos, Lições Imprevistas, coordenado por Boaventura de Sousa Santos, e doutorando em Sociologia (Programa de Pós-Colonialismos e Cidadania Global) no Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra (UC). Mestre em Sociologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (2010), concluiu dissertação sobre a formação do movimento katarista, especialmente em seu período inicial (1969-1985), que tem papel relevante na consolidação dos movimentos indígenas, originários e camponeses na Bolívia. É graduado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela mesma universidade (2001). Vem atuando há mais de uma década como jornalista (com diversos trabalhos de investigação, reportagem e cobertura, especialmente na área social). No campo acadêmico, trabalha com os seguintes temas: protagonismo político, movimentos indígenas, colonialidades/descolonialidades, estudos pós-coloniais/descoloniais, interculturalidade, sociologia política, autonomias e transformação social.


Últimas Publicações

Artigo em Revista Científica

Hashizume, Maurício (2017), "A acumulação (muito mais do que) primitiva como elo entre capitalismo, colonialismo e patriarcado", Cadernos de Ciências Sociais da UFRPE, 2, 11, 32-61

Artigo em Revista Científica

Hashizume, Maurício Hiroaki (2017), "Desobediências político­-epistêmicas de movimentos indígenas no Brasil e na Bolívia como aprendizagens contra­-hegemônicas", Revista Crítica de Ciências Sociais, 114, 187-206

Artigo em Revista Científica

Hashizume, Maurício (2017), "Matriz abissal e lutas dos movimentos indígenas na América Latina/Abya Yala", Gavagai: Revista Interdisciplinar de Humanidades, 4, 1, 69-99