Mónica V. Silva


Nota biográfica

Mónica Silva é bolseira de investigação do projeto internacional "Memoirs, Filhos de Império e Pós-memórias Europeias", European Research Council, a decorrer no Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra. Atualmente frequenta o programa de doutoramento "Patrimónios de Influência Portuguesa" do Centro de Investigação Interdisciplinar e Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra. É mestre em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade de Coimbra e licenciada em Ciências da Educação pela mesma faculdade. É investigadora júnior no Centro de Estudos Sociais desde 2009. Desenvolveu trabalho nos projetos de investigação: "Os Filhos da Guerra Colonial: pós-memória e representações", "Poesia da Guerra Colonial: uma ontologia do 'eu' estilhaçado", "Portugal e os Pós-Colonialismos: conceitos, contextos, vozes", "Os Processos de Libertação em Angola e Moçambique: anticolonialismo e ruturas identitárias no feminino" e "José Luandino Vieira - Diários do Tarrafal" onde participou na edição do livro "Papéis da Prisão: apontamentos, diário, correspondência (1962-1971)" (2015, Caminho/Leya). Os seus atuais interesses de investigação debruçam-se sobre: Guerra Colonial, Movimentos de Libertação, Colonialismo e Pós-Colonialismo, Prisões Políticas, Memória e Pós-Memória e Património.


Últimas Publicações

Artigo em Revista Científica

Silva, Mónica V. (2016), "Luanda Through its Prisons: Luandino Vieira's Papéis da Prisão", Journal of Lusophone Studies, 1, 1, 73-88

Ler mais

Livro

Ribeiro, Margarida Calafate; Silva, Mónica V.; Vecchi, Roberto (orgs.) (2015), José Luandino Vieira. Papéis da Prisão: Apontamentos, diário, correspondência (1962-1971). Lisboa: Caminho-Leya

Capítulo em Livro

Silva, Mónica V. (2015), José Vieira Mateus da Graça (Do nascimento do autor à Independência de Angola), in José Luandino Vieira. (Margarida Calafate Ribeiro, Mónica V. Silva, Roberto Vecchi (org.), Papéis da Prisão - apontamentos, diário, correspondência (1962-1971). Lisboa: Caminho/ Leya, 1011-1038